12 músicas para curtir a fossa

Vou começar dizendo que não, eu não estou na fossa! Porém se tem uma coisa que me deixa impressionada é como algumas pessoas parecem não curtir esse momento por qual todos passamos. Tem tanta música boa pra esses momentos que é impossível não curti-lo quando surge a “oportunidade”. Brincadeiras a parte, acho importante curtir, principalmente se você estiver acompanhado de uma amiga que não esteja passando por esse momento, mas disposta sim a te consolar.

Então pega sua tacinha de vinho (ou cerveja, vodka, suco tang ou até água com gás), aquela caixa de chocolate bem hidrogenado e vem cantar e chorar com essas músicas!

Meu mundo caiu – Maysa

Pra começar, vamos de clássico!!! Meu mundo caiu é a personificação da fossa brasileira (junto com a música seguinte). “Clássicos não são clássicos atoa” já disse alguém que eu não lembro quem!

Garçom – Reginaldo Rossi

Outro clássico mores! Não tem como ficar de fora dessa lista mara que estou preparando para vocês!

Agora falando sério, eis aqui 10 músicas mara para cantar e curtir a fossa (mesmo por quem não esta nela)!

Warwick Avenue – Duffy

Essa música é uma verdadeira sofrência, porque “You hurt me bad/ but I won’t/ shed a tear”. Fossa é assim, as vezes você não queria o fim, em outras você até concordou, mas fica triste da mesma forma. Pega sua tacinha de vinho e vem cantar junto com a Duffy.

In Your Atmosphere (L.A. Song) – John Mayer

Quando você pensa em mudar de cidade por causa da sofrência, ela é uma sofrência de respeito né nom? Pois bem, John pensou em nunca mais ir pra LA só pra não entrar no raio da mocinha (talvez Jessica Simpson? #ficaaduvida). A maioria das pessoas não pode fazer isso, então só nos resta cantar sobre não voltar mais para a cidade do romance!

De Mais Ninguém – Marisa Monte

Quer música mais de fossa do que essa que fala “Se ela me deixou, a dor/ é minha só não é de mais ninguém” ou ainda “Se eu não tenho o meu amor,/ Eu tenho a minha dor”. Gente, é muita sofrência! É a dor de quem foi abandonado inesperadamente. É aquele período de fossa que todo mundo tem de passar quando termina um relacionamento. É pra cantar a plenos pulmões fazendo a Maria do Bairro!

Olho nos Olhos – Chico Buarque

Quando a pessoa, mesmo depois de terminar um relacionamento, ainda ama, fica assim, disponível pra reatar a qualquer momento. Sem entrar no mérito de ser bom ou não, muita gente faz isso, mas melhor cantar do que realmente fazer. Então cante junto com tio Chico!

I’ll Be Waiting – Adele

Mais um clássico de quem ainda fica com aquela ponta de esperança de que o outro vai voltar, vai melhorar, de que uma segunda chance pode ser melhor. Coisas de um coração partido, afinal “I’ll be waiting for you/ when you’re ready/ to love me again”. Cantar Adele ainda tem a vantagem de tentar imitá-la, o que pode virar uma diversão e com isso você talvez esqueça a fossa!

Não Vale a Pena – Maria Rita

Essa música é daquelas pra ouvir (e cantar) a plenos pulmões, bebendo vinho (ou vodka ou tequila) na boca da garrafa, quando você já não tem mais música pra cantar e de preferência acompanhada de alguma amiga que vai te apoiar e endossar o coro com vocês HAHAAH (lembram da cena de PS: Eu te amo?,não? Então clica aqui e vem ver como você fazer).

All By Myself – Celine Dion

Mais uma música pra cantar a plenos pulmões. A música é tão propícia para curtir os momentos de fossa que esta sempre presente em filmes e séries. Então dá o play e vem cantar comigo (porque né, to cantando sim enquanto faço o post)!!!

Stay With Me – Sam Smith

Pega seu copinho de vinho e vem chorar olhando as fotos do (a) ex junto com Samzinho, vem!

Tem Dó – Pedro Mariano

Essa pra quem levou um pé na bunda! “aaaah tem dó/ mesmo porque você não vai ter/ coisa melhor”. Levou um pé na bunda e a desculpa foi que você mudou? Pois bem, essa é a música certa pra você! E ainda serve pra mandar como indireta pro ex em alguma rede social se você for dessas (es).

Feriado Pessoal – Bruna Caram

Essa música é pra quem deu um pé na bunda, finge que esta tudo bem, mas tem que sair por aí falando que deu o pé na bunda HAHAAH Ou se você passou a noite bebendo, chorando, comendo chocolate, mas acorda de ressaca e percebe que o pé na bunda foi, na verdade, um livramento.

O que não falta é música de fossa né? Se você curte sertanejo, sabe melhor do que eu como elas estão por aí, aos montes. O que vale mesmo é perder, pelo menos, uma noite pra se lamentar pelo fim de um caso, relacionamento ou paquera, porque no fim das contas, é até divertido!

Bjks

Imagem: Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *