Indicado ao Oscar 2017: Lion – Uma jornada para casa

Para marcar o meio da minha maratona, escolhi Lion, pois era o filme que eu estava mais ansiosa para assistir. Quando vi o trailer ele me fascinou de imediato. Sinto uma atração gigantesca por tudo o que remete ao país, então estava bem claro que o filme não poderia me dar outra sensação além de desejo em assistir assim que possível.

A história mostra o pequeno Saroo (Sunny Pawar/Dev Patel) aos 5 anos de idade perdendo-se de seu irmão mais velho quando este o leva para um trabalho noturno. Perdido por estações de trem e cidades que ele desconhece, o garotinho acaba nas mãos da polícia, que procura por sua família sem sucesso. Ele então é adotado pelo casal Brierley, de origem australiana, e passa a viver com os pais nesse mundo tão novo e diferente. Depois de 20 anos ele resolve ir para Melbourne estudar e lá conhece algumas pessoas que são ou já viveram na Índia. A partir da vivência, e de uma lembrança de infância retomada na sua memória em um jantar tipicamente indiano, ele começa uma busca por sua identidade. Sem saber ao certo de onde veio, pois ninguém reconhece sua cidade natal, ele começa um incessante trabalho de busca atrás de todas as estações de trem indianas para assim conseguir até seu vilarejo.

A busca não é fácil e quanto mais ele não acha resultados, mais distante da atual situação ele fica. Afasta-se dos pais, da namorada e mostra o lado até rancoroso com o irmão adotivo, também indiano, que tem problemas psicológicos. Depois de algum tempo, em uma conversa franca com sua mãe, Sue (Nicole Kidman), ele decide deixar as buscas para trás e é exatamente nesse ponto que tudo acontece.

O filme é lento e maravilhoso. Impossível não se envolver com a história, não sentir empatia com as angústias que Saroo vive. Impossível também não se emocionar com Sue, uma pessoa maravilhosa, caridosa e interpretada tão bem por Nicole. Aliás, acredito fortemente que ela possa levar o Oscar (sorry Octavia, te amo, mas Nicole esta 100% no papel e nem lembramos que ele é a Nicole de Moulan Rouge). Dev Patel (que esta um pitel HAHAHA desculpe a piada de tiazona, mas não resisto a piada e nem a esse homem) também esta maravilhoso no papel, nos fazendo sentir a angústia e desespero de não saber o que é sonho ou realidade, de não saber o quem você é 100%. Como se tudo isso não bastasse, no fim ainda tem imagens reais da Saroo na Índia, o que me fez desabar em lágrimas. Se depender do meu gosto, ele leva o Oscar de melhor filme!!!

Outras informações:

Data de Lançamento: 16/02/17

Duração: 118 min

Direção: Garth Davis

Vale assistir no cinema: SIM

Nota: *****

Golden Globe Awards: 0/4

Oscar: 6 indicações

Imagens: Reserva Cultural e AdoroCinema

4 thoughts on “Indicado ao Oscar 2017: Lion – Uma jornada para casa

    1. eu também achava até assistir Moonlight e ver a Naomie Harris HAHAAHAH Qualquer uma delas que ganhar eu acho merecido.

  1. Nossa, amei tanto esse filme! É fascinante né?
    Eu sou meio suspeita porque falou que é história real já me ganha, HAHAHAH
    Mas esse filme é realmente incrível.
    Nem preciso dizer que chorei muito no final! Só de lembrar já me emociono de novo.
    Pena não ter levado nada no Oscar :/
    Beijos!

    1. Achei muito injustiça Dev não ter sido indicado como ator principal. Se tivesse sido indicado teria levado, com certeza!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *