Por quê?

Não é falta de amor. Não é falta de religião. Não é falta de força de vontade. Mas pode ser culpa sua, sim.

No livro “Os 13 porquês” uma garota, Hannah Baker, que cometeu suicídio, deixa gravações com os motivos que a levaram a tal ato para serem ouvidas por aqueles que ela alega serem os responsáveis.

Durante a leitura dessa ficção, fica evidente o quanto as pessoas que conviviam com ela foram egoístas, levianas e fizeram julgamento de valor, baseadas em suas próprias perspectivas de vida, sem se importar com o outro, em ouvir de fato o que o outro tinha a dizer. E, neste caso, o outro era a protagonista, carregada com suas próprias inseguranças, e sem poder contar com ninguém para dividi-las.

O ponto alto desse livro não está em tentar explicitar todos os estágios que a pessoa passa até chegar ao ato, é tentar fazer com que você, leitor (a), compreenda que, por exemplo, quando você se omite ao ver uma agressão, quando não dá importância à história do outro porque a sua é muito mais interessante, quando ri ainda que a outra pessoa não ache graça, você contribui, mesmo sem saber, para encher a mochila de inseguranças e incertezas que a outra pessoa carrega.

Por que ler esse livro então? Para se policiar aos sinais a sua volta. Para aprender a dividir o peso – o que não significa carregar um peso que não é seu. Para poder se identificar e procurar ajuda. Para ter mais traquejo na hora de lidar com pessoas que precisam de menos sermões e mais cumplicidade.

A última folha do livro é dedicada a telefones e endereços de pontos centrais no país que atuam nessa causa. Caso você se depare com alguém que acredite que esteja precisando de ajuda, não diga que é falta de amor, vontade ou religião. Diga que a pessoa pode procurar, além do SUS, centros de atendimento psicossociais, institutos de psiquiatria, hospitais e associações de terapia familiar. O número do SAMU (192) também é citado.

O que te torna culpado (a) é não fazer nada.

Compre diretamente na Amazon.com:

4 thoughts on “Por quê?

  1. Aiiiii, essa série! Vi todos os episódios em menos de 3 dias. HAHAHA viciei real!
    Uma série que se trata da triste realidade de muitas meninas por aí, né? ;o(

    Seu blog é uma fofura, viu? Sucesso!

    * Tem POST NOVO lá no meu Blog. Já deu uma espiadinha?
    Beijo, beijo!
    http://www.poderosaderosa.com.br

    1. Obrigada pelo carinho!!! A série é super rapidinha mesmo de ver e de um assunto tão importante né, que temos obrigação de assistir, ler o livro e disseminar por aí!!! Bjks

  2. Eu já li o livro e recentemente assisti a série (fiz post lá no meu blog sobre ela), mas foi há tanto tempo que li que já não lembro muito bem :/ a série me refrescou a memória, mas acho que vou reler mesmo assim, é o tipo de livro que tem que ser relido de tempos em tempos, sabe? Gostei muito da resenha!

    Beijos ♡
    misinwonderland.blogspot.com

    1. É sempre bom reler, porque no livro sempre existem mais detalhes! Também acho bem importante propagar, principalmente para as meninas mais próximas! Bjks

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *