SPFW Inverno 2016 – parte 2

O terceiro dia de SPFW é dia de moda masculina, coletivo e grifes tradicionais da semana.

Para começar tivemos Vitorino Campos em um desfile externo e mais fresh dos que as coleções passadas.

Enquanto na Animale Vitorino fez uma coleção mais delicadas, na sua grife homônima, a coleção era mais real, mais dia a dia e com mais misturas. Com predominância do preto, a coleção trazia peças atemporais como os vestidos 7/8 cheios de recortes.

Vitorino Campos in SPFW Winter 2016

Vitorino é um excelente design e vem mostrando isso a cada estação, mas ainda sinto falta das peças ladylike da 1° coleção dele na SPFW.

Em seguida tivemos Iódice, também em desfile externo e com vibe Gucci fall15. A grife veio com peças maravilhosas!!! Fora do padrão comercial que normalmente a grife traz, dessa vez ela estava ousada.

O lado sexy estava lá – marca registrada deles -, mas estava de forma menos explícita, deixando espaço à imaginação.

Iódice in SPFW Winter 2016

A cartela de cores estava sensacional! Com muitos tons invernais como marrom, bege e preto, além dos tons em branco para balancear, tudo usado com delicadeza. Pra finalizar, as estampas em listras completavam a lindeza das peças causando mais desejos!

Depois tivemos GIG Culture trazendo Art Decó com pitadas de Tropicalismo que esteve presente na estamparia das peças. Já o lado Art Decó esteve presente em parte da cartela de cores (preto, branco e vermelho) e na padronagem das peças.

Padronagens, aliás é um ponto delicado. As peças estavam com comprimentos bem ingratos (como muitas outras grifes), mas eles conseguiram deixar fluido e ao caminhar das modelos as peças ganhavam movimentos. Não que elas fossem evasê, mas também não eram tão justas ao ponto de não deixar as modelos dar passos normais. O que fez esse movimento das peças, foi o fato da coleção ser 100% tricô. Já os mantôs me causaram desejo imediato <3

GIG Culture in SPFW Winter 2016

A cartela de cores teve o lado fun com tons de azul royal, magenta e lilás. Este último, inclusive, foi usado com laranja e fez um contraponto belíssimo com o lado clássico.

Sapatos é o último ponto a ser levado em consideração. Estavam lindos, mas para usá-los no dia a dia, será preciso ter pequenos ajustes, afinal pesam muito no visual.

Depois da GIG veio o desfile mais aguardado do dia: João Pimenta. O único desfile exclusivo de moda masculino da semana, João Pimenta encanta não só os homens, mas as mulheres também.

Fiquei muito feliz de ver a coleção voltar para o que é o seu DNA, sem experimentos malucos e mais real. Sem deixar de lado o que lhe é característico, João trouxe algumas novidades, principalmente na área de tecidos, usando tecidos vintage que vieram da Paramount Pictures.

João Pimenta in SPFW Winter 2016

Os bordados e estamparias em bermudas e casacos, deram o toque fun ao desfile, assim como os blusões de capuz que pareciam de moletom, mas não eram.

A cartela de cores estava super clássica com preto, bege e off white, que juntos ou não fazem o guarda-roupa completo de um homem moderno e elegante.

Em seguida tivemos PatBo e assim que o desfile começou eu achei que já sabia o tema: Safari. Ledo engano. As franjas começaram a aparecer e eu disse: “peraí, tem coisa errada nessa salva” rs. Na verdade o tema era “Vikings Nômades”.

PatBo in SPFW Winter 2016

Achei o tema bem apropriado para os dias de hoje. Com tanta informação, mesmo sem fazer grandes viagens, quem pode dizer que não tem um guarda-roupa viajante? rs. Algumas peças específicas chamaram a minha atenção. Entre elas o vestido curto, cru, todo recortado. Ele é incrível. Parece feito daquelas mantas que a gente usa no sofá rs Parece brincadeira, mas eu realmente amei esse vestido.

Outras peças também me chamara a atenção, principalmente por causa da estampa. Não eram muitas as cores, aliás, eram bem poucas como azul, preto e marrom, mas deixaram as peças com cara de inverno. Coleção aprovadíssima.

Finalizando o dia, tivemos Ellus que resolveu juntar sua nova linha, Ellus Sport DLX com a linha regular. Essa nova linha tem pegada esporte, como o nome diz, e faz um contraponto ao lado hiper urbano que a grife tem.

Com uma paleta super virante que conta com muito amarelo, vermelho, azul royal e tons metalizados, a coleção estava um pouco over pro meu gosto rs. As peças em preto e em denim estavam presentes, mas achei que acabaram ficando em segundo plano.

Ellus in SPFW Winter 2016

Um dos pontos positivos, foi que a vibe urbana não se perdeu. Estavam lá as bermudas, croppeds e em alguns momentos até a alfaiataria apareceu. Da coleção inteira a única coisa que me deu vontade de comprar foram os casacos longos!

Bem, esse foi o terceiro dia de SPFW Inverno 2016! Muita coisa boa e muita coisa dispensável também apareceu pela passarela da Bienal, mas acho que já da pra começar a fazer uma peneira do que pode aparecer no nosso próximo inverno.

Bjks e até logo mais!!!

Fotos: reprodução Zé Takahashi (Agência Fotosite)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *