SPFW nº43 – dia 05

Chegamos ao último post sobre a semana e a esperança é que todas as referências estejam visíveis e possamos enxergar tudo o que estará nas lojas logo mais. Pra encerrar a semana, teremos Ratier, a estreia de A.Niemeyer, Reserva, Amapô e Lab.

Então vem comigo que vou te mostrar tudo o que rolou:

Ratier

A inspiração foi Romênia e eu só consigo pensar em Drácula HAHAHA E não é que a coleção tem essa pegada mais dark mesmo? A passarela vermelha, as roupas pretas e vermelhas, muito couro. Não consigo imaginar outra coisa. Os vestidos femininos tinham comprimento médio e muitos receberam bordados podendo ser usado em festas noturnas sem problemas. Já para os meninos os looks eram mais comportados e com espaço para variações entre roupas enxutas ou não.

A.Niemeyer

Com base de lã as peças só me fizeram pensar em uma única coisa: conforto. Todas as peças, sejam elas vestidos, calças ou blusas, dão essa sensação. As peças mais invernais, como os casacos de lã, são absolutamente maravilhosos e me causaram desejo imediato. Os looks brancos/off-white também me deixaram com vontade de consumo. A cartela de cores era de branco, marrom, preto, mescla e azul.

Reserva

Com uma coleção super confy, a Reserva trouxe peças versáteis e muito dia-a-dia. Impossível um homem não se identificar ou não querer, pelo menos, uma peça. Sobreposição é a palavra da vez e ela aparece em camisetas com camiseta, camiseta com camisa, camisa com blusa, blusa com jaqueta ou tudo junto. Os acessórios são pontos importantes, seja uma mochila básica ou um boina estilosa. A cartela de cores é bem diversificada com preto, branco, verde, marrom e vermelho.

Amapô

Com o tema “Circo” a Amapô trouxe mais um desfile divertidíssimo para a passarela. Com peças onde não conseguimos enxergar o que exatamente será tendência, mas sentimos o ar alegre que uma roupa pode dar em nossas vidas. Cheio de tons azul, principalmente por conta do jeans, as peças eram estampadas, bordadas ou recortadas. A cartela de cores também contou com preto, azul e lilás.

Lab

A inspiração da LAB é sempre as ruas, o universo hip hop, afinal esse é seu público alvo. Além dessas inspirações, essa coleção veio com um plus: bordados. Você pode pensar que isso não é novidade, mas quando eu te disser que esses bordados foram feitos por dona Jacira, a mãe dos donos da marca, Emicida e Evandro Fióti, e elas são peças únicas você entenderá a importância deles. Não são bordados feitos por máquinas ou um tima de bordadeiras, como algumas marcas trabalham, mas sim por uma única pessoa, que levou horas para fazer. Taí a genialidade dessa coleção, além é claro de todos os atributos que o show trazem no casting e, principalmente, tamanho das peças.

Assim terminamos mais uma edição de SPFW com a sensação de que teremos um inverno extremamente confortável, com espaço para peças mais arrumadas ou não, dependendo do gosto de cada um e inspiração nos anos 1990. Também será um inverno de muita alfaiataria, com roupas mais elegantes. Conforto é a palavra de chave da estação! Já a cartela de cores será de preto, branco e vermelho com pitadas de verde.

Ainda pretendo fazer um apanhados de acessórios interessantes que apareceram e da beleza. Acho que não é tarde, afinal o outono acabou de começar e o inverno esta muito longe ainda.

Pra saber todas as informações sobre os desfiles, acesse FFW. Lá estão todas as fotos de desfiles e bastidores, além de matérias especiais.

Bjks

Imagens: Zé Takahashi e Marcelo Soubhia (Agência Fotosite)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *